Terça-feira, 16 de Novembro de 2010

O que esperei!

 

 

Sonhei!

Nunca esperei que tudo fosse

Como esperei

Amo como se não houvesse amanha,

Tudo é eterno em cada segundo apaixonado

A teu lado.

 

A vida corre como um eterno suspiro

Uma vida que segue sem perguntar,

Tudo o que quero,

Tudo o que desejo tenho concretizado

Em teus olhos.

 

Amanhecer como quem corre para apanhar

Uma ave que não para,

Esperar ou desesperar o calor de cada palavra tua,

 Desejo o teu brilho a tua alma

A luz que me ilumina sem perder o rumo.

Criador por: Sandra Franco às 19:46
link | comentar | favorito

.queres saber mais? Entra :D

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Actualizações , novos poemas <3

. Gente tal que quer amar!

. Sangue frio!

. Doce sorriso

. Avó

. O que esperei!

. -Preciso de ti

. Acreditar ou nao?

. Subúrbios

. Revolta

. Familia que nao é familia

.arquivos

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Abril 2009

. Março 2009

.Photos (aa)

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub